100 melhores álbuns gays brasileiros de todos os tempos

29 Set

A revista Out divulgou uma lista com os 100 melhores álbuns gays (de todos os tempos) de acordo com personalidades ligadas ao pop como Boy George, Rufus Wainwright e Cyndi Lauper. Não só discos de homossexuais foram lembrados, mas também obras de heteros como Madonna e ABBA. A centena escolhida pela publicação fez com que surgisse uma pergunta a ser respondida por entrevistados como o jornalista Rodrigo Faour, o VJ e blogueiro Didi Ferreira, o empresário Cabbet Araújo, o editor da revista Dom, Tino Monetti, o diretor teatral Claudio Botelho, o escritor Marcelino Freire, o DJ André Lima e o apresentador Max Fivelinha. Afinal, quais os 100 melhores álbuns gays brasileiros de todos os tempos?

– É difícil fazer essa lista no Brasil, poucos artistas saem do armário – alfineta Faour, autor de História sexual da MPB, de 2006. – No meu livro cito mais de 100 canções com gays.

A maior presença é de Ney Matogrosso, com os dois dos Secos e Molhados e três solo.

– Ney, Sangue latino, O vira e muita maquiagem tornam a estréia dos Secos e Molhados essencial para a cultura gay – diz Monetti, antes de citar uma estrela mais controversa: Claudia Wonder e seu FunkyDiscoFashion (2007). – É um ícone trans do disco moderno.

Apresentador do programa Gay Show, do mtvoverdrive.com.br, e blogueiro do tedouumdado.com.br, Didi Ferreira não cita Matogrosso. Seus indicados são outros.

– Erasmo foi pioneiro no ramo de celebridade com travesti, pela música Close – brinca. – Fico assim sem você, gravada pelo Claudinho & Buchecha, é super homoerótica. Nem vou falar da versão da Adriana Calcanhotto. Seria óbvio.

Nem mesmo Nelson Ned escapou da polêmica: – Tem música que ele diz que não agüenta esconder o amor pelo amigo. É a letra mais gay que conheço – entrega o escritor Santiago Nazarian, sobre a faixa-título de Meu jeito de amar (1979), de Ned.

Alguns optaram pela abstenção, entre eles o diretor Jorge Fernando, o jornalista Alex Lerner e Matogrosso. O cantor afirmou que nunca parara para pensar a música dessa forma e Lerner disse ter “uma preguiça enorme de falar sobre”, principalmente por não saber o nome de músicas e artistas que ouve.

FRENÉTICAS – Frenéticas (1977)
GRETCHEN – You and me (1981)
MARIA BETHÂNIA – Álibi (1978)
MARINA – Fullgás (1984)
CAZUZA – Ideologia (1988)
ANA CAROLINA – Dois quartos (2006)
EDY STAR – Sweet Edy (1974)
CAETANO VELOSO – Bicho (1977)
ANGELA RO RO – Angela Ro Ro (1979)
LECI BRANDÃO – Questão de gosto (1976)
BR’OZ – Br’oz (2003)
SECOS E MOLHADOS – Secos e Molhados (1973 e 1974)
CAETANO VELOSO – Araçá azul (1972)
AGNALDO TIMÓTEO – A galeria do amor (1975)
LULU SANTOS – Eu e Memê, Memê e eu (1995)
MONTAGE – I trust my dealer (2008)
NEY MATOGROSSO – Pois é (1983)
RENATO RUSSO – Stonewall Celebration Concert (1994)
NETINHO – Um beijo pra você (1993)
XUXA – Xou da Xuxa (1986)
ERASMO CARLOS – Buraco negro (1984)
CLAUDINHO & BUCHECHA – Vamos dançar (2002)
SIMONE – Cristal (1985)
EDUARDO DUSSEK – Cantando Carmem Miranda (2000)
FAFÁ DE BELÉM – Meu fado (1992)
KARINE ALEXANDRINO – Solteira producta (2003)
MARINA LIMA – Síssi na sua (2000)
SANDY & JUNIOR – As quatro estações (1999)
CAETANO VELOSO – Muitos carnavais (1977)
ANGELA RO RO – Escândalo (1981)
EDUARDO DUSSEK – Olhar brasileiro (1981)
CELLY CAMPELO – Estúpido cupido/Banho de lua (1959)
NEY MATOGROSSO – Feitiço (1978)
RENATO RUSSO – Equilíbrio distante (1995)
LEGIÃO URBANA – Legião Urbana (1985)
CÁSSIA ELLER – Cássia Eller (1990)
ANA CAROLINA – Ana Rita Joana Iracema Carolina (2001)
MARISA MONTE – Mais (1991)
ELIS REGINA – Falso brilhante (1976)
MARIA BETHÂNIA – Drama (1973)
RPM – Revoluções por minuto (1985)
LUIS CALDAS – Lá vem o guarda (1986)
SIMONE & ZÉLIA DUNCAN – Amigo é casa: ao vivo (2008)
CANSEI DE SER SEXY – Cansei de Ser Sexy (2006)
MARGARETH MENEZES – Um canto pra subir (1989)
SEMPRE LIVRE – Sempre Livre (1984)
MAMONAS ASSASSINAS – Mamonas Assassinas (1995)
DANIELA MERCURY – O canto da cidade (1992)
OS MUTANTES – A divina comédia ou ando meio desligado (1970)
NEY MATOGROSSO – Inclassificáveis (2008)
LULU SANTOS – Assim caminha a humanidade (1994)
CHICO BUARQUE – Os Saltimbancos (1977)
CAUBY PEIXOTO – A bossa e o swing de Cauby Peixoto (2004)
ÂNGELA MARIA – Meu amor é uma canção (1967)
SIMONE – Delírios e delícias (1983)
ANGÉLICA – Meu jeito de ser (1993)
BARÃO VERMELHO – Maior abandonado (1984)
DOMINÓ – Convido (1997)
GAL COSTA – Gal tropical (1979)
MART’NÁLIA – Menino do Rio (2006)
SANDY & JUNIOR – Aniversário do Tatu (1991)
NANDO REIS – Sim e não (2006)
XUXA – Xuxa 4 (1989)
ROBERTO CARLOS – Em ritmo de aventura (1967)
KID ABELHA E OS ABÓBORAS SELVAGENS – Seu espião (1984)
FAFÁ DE BELÉM – Pássaro sonhador (1996)
PERLA – Palavas de amor (1976)
VANUSA – Vanusa (1973)
DALVA DE OLIVEIRA – Bandeira branca (1970)
QUE FIM LEVOU ROBIN? – Aqui não tem Chanel (1991)
CLÁUDIA WONDER – Funky disco fashion (2007)
HARRY – Caos (1987)
RITA LEE – Lança perfume e outras manias (1992)
RITA LEE & TUTTI-FRUTTI – Fruto proibido (1975)
TETINE – Bonde do Tetão (2005)
KARINE ALEXANDRINO – Querem acabar comigo, Roberto (2004)
CAUBY PEIXOTO – Cauby! Cauby! (1980)
ADRIANA CALCANHOTTO – Cantada (2002)
CAUBY PEIXOTO – Cauby canta as mulheres (1999)
NEGRITUDE JUNIOR – Nosso ninho (1996)
ELZA SOARES – Somos todos iguais (1985)
MARLENE – Apresenta sucessos de Assis Valente (1956)
DOCES BÁRBAROS – Doces Bárbaros (ao vivo) (1976)
MARIA ALCINA – Prenda o Tadeu (1985)
KLB – KLB ao vivo (2003)
BEBEL GILBERTO – Bebel Gilberto (2004)
ROSANA – Coração selvagem (1987)
LES ÉTOILES – Meu coração é um pandeiro (1976)
JOHNNY ALF – Ele é Johnny Alf (1971)
TRIO LOS ANGELES – Vamos dançar mambolê (1982)
CABARET – Cabaret (2006)
MARKINHOS MOURA – Meu mel (1986)
BIAFRA – Biafra (1980)
PRETA GIL – Pret-à-porter (2003)
SERGUEI – Serguei (1991)
LION HEART – Viver para detonar (2008)
SIDNEY MAGAL – Magal (1978)
CLARA NUNES – Brasil mestiço (1980)
NELSON NED – Meu jeito de amar (1979)

Por Braulio Lorentz e Fernanda Pereira Carneiro – publicada no Caderno B de 14/07/08

15 Respostas to “100 melhores álbuns gays brasileiros de todos os tempos”

  1. Pedro Só 1 Outubro, 2008 às 12:56 am #

    Hehehe. Muito bom!!!
    Com a supersacada de ouvir o Alex Lerner!!!

  2. hansenharryebm 1 Outubro, 2008 às 5:16 pm #

    Porra, como é que eu fui parar no meio dessa viadada, caralho? (As merdas dos palavrões é só para me manter distante do estereótipo do fresco, rsrs)

  3. Dennis Henrique 2 Outubro, 2008 às 11:51 am #

    Se esqueceram do Angra e do Edson Cordeiro…

  4. João Paulo 11 Outubro, 2008 às 8:56 pm #

    Lembraram da Preta Gil, mas não do pai dela. Pô, “Realce” (o nome, o lance do “quanto mais purpurina melhor”, “Super-homem, a canção”…) é um disco bem gay – e legal, diga-se

  5. Anderson 15 Janeiro, 2009 às 9:55 pm #

    É verdade!!! Esqueceram do Edson Cordeiro e colocaram outros nada a ver! Putz…Por isso que não gosto de listas…..
    Se é para fazer que seja completo ou não faz nada!
    PS: Capa de Cd com adereços rosa-choque não significa nada! Fred Mercury do Queem que o diga!

  6. Marilice 15 Janeiro, 2009 às 10:00 pm #

    Mais gay do que ouvir Caetano Veloso cantando “menino do rio”…impossível!

    Menino do rio, calor que provoca arrepio, dragão tatuado no braço, calção corpo aberto no espaço…Coração…..adoro ver ti, menino vadio….

  7. pedro 18 Outubro, 2009 às 3:00 pm #

    Gente vcs são muitos pobres de espiritos estamos na era do twitter e vcs ficam c preocupando em saber quem é coca e quem é fanta…sou jornalista,o brasil é um pais de muitas culturas incluindo os artista(excluindo mulheres frutas e cia)e isso faz com que eles sejam livres pra expressar seus sentimentos através das musicas e de seus estilos culto de viver e pra matar a curiosidade de vcs lá vai:miguel falabella,serginho groisman que tem caso com zeca camargo,junior lima,miro,gianneccine,xande,vitor fasano,netinho(não o de paula,gagliasso(bi)caetano veloso,chico buarque(bi)edson cordeiro,preta gil(bi)daniela mercuri(bi)ivete sangalo(bi)angela roro,ana carolina,luciana gimenes,marilia gabriela,marisa monte,rita lee,aline rosa,marisa monte,enfim eles e muito mais tem seu lado gay dentro de si…mas isso é lindo pois eles sabem da nossa cultura fazem trabalhos incriveis e tem bom gosto não tem preconceito e vcs agora para de ficar se preocupando em coisas futeis como isso e vão ler um livro ouvir um gonzaguinha ,tom jobim musicas da mpb que dizem tuto sobre tudo blzz!!!ah e queria lembrar que esses atores de primeira viagem como o chifrudo do kaike brito,e outros,tem que ser menos preconceituosos e fazer papeis gay sim e se for preciso que beijem pois seus mestres tbm são…abçãoo!!!

  8. Márcio 24 Dezembro, 2009 às 1:17 pm #

    SLA RADICAL DANCE DISCO CLUB.
    FERNANDA ABREU.

  9. Rosalvo Leandro Silva 2 Abril, 2010 às 6:24 pm #

    eu poderia colocar como sou por inteiro tudo sobre me sim ou não qoero respoeta

  10. Rosalvo Leandro Silva 2 Abril, 2010 às 6:27 pm #

    fala em portugue

  11. L 9 Agosto, 2010 às 10:50 pm #

    Vários dessa lista não têm nada a ver com o universo gay (devem ser escolhas de gays que gostaram dos discos, o que não procede). Ficaram de fora os essenciais:

    WANDO – aquele lp que tem a faixa “Emoções”, hino gay obscuro, feito por um “hétero” (!)
    MARIA ALCINA – capa com um Pierô (citaram “Prenda o tadeu”, nada a ver)
    CHICO BUARQUE – òpera do malandro
    EMILIO SANTIAGO – lp que tem a faixa “Dentro de você” (letra explicitamente gay)m a discografia dele toda poderia entrar
    CAETANO VELOSO – Uns (ele está de batom na contracapa, faixas “Salva Vida” (cantando um malhado da praia)
    SANDRA DE SÁ – lp que tem “Demônio colorido”, abertamente gay
    JOÃO RICARDO – o lp solo do ex-Secos & Molhados, em que ele está de paletó rosa, considerado a capa mais gay do Brasil
    ABSYNTHO – lp do ursinho Blaublau, com silvinho exibindo o derrère, carregado pelos componentes da banda
    RONALDO RESEDÁ – lp solo, cantor disco, precursor de Ricky Martin
    GAL COSTA – lp Profana (“a diferença está é no sapato”, diz ela na faixa maliciosa que canta com Gonzagão
    MADE IN BRAZIL – o vocalista Cornelius é precursor do Glitter Rock
    MARTINHO DA VILA – o lp que tem uma faixa explicitamente gay, que até entrou em trilha de novela da Globo nos anos 70
    LEO JAIME – lp que fotografa as “partes baixas” do cantor, vestido com uma calça dourada…
    WALKER – lp A Frauta de Pã (basta olhar a foto da capa, um rosto bastante expressivo
    ROBERTA CLOSE – lp single com a faixa “Eu sou assim”
    (são apenas algumas sugestões entre milhares, que deveriam ter entrado na lista)

    L

  12. Carla Mariano 10 Agosto, 2010 às 2:46 am #

    Meu deus! Existe álbum mais homossexual do que o do Lulu com o Dj Memê? Acho que o mago das guitarras estava comendo o dj e quis dar uma moral, mas que moral! Kkkkk… A capa é um ursinho! kkkkk…
    Esse dj deve fazer um mega sucesso no meio gay! Tocando para todos… Kkkkk… Que bichona!

  13. Gustavo 14 Setembro, 2010 às 11:43 am #

    Deixem os bichas, os veados, os baitolas, peroba, se inpirarem, darem pinta, se jogarem com tuuuudo, inpirados por todos esses hinos/ídolos!!!
    Vamos ser felizes, poetas, loucos, mundanos, vadios, etc
    Certos discos dessa lista são um verdadeiro TTTTT
    E quem nao gostou, f****!
    Tchau-za!

  14. Belmiro Filho 26 Agosto, 2012 às 9:44 am #

    Não concordo totalmente com a seleção, faltaram Marquinhos Moura, Gugu, Nhain, As Patotinhas, Harmonie Cats.

  15. Mauricio Alves 7 Março, 2013 às 1:58 am #

    O do Lulu Santos com o Memê é o mais gay de todos, até porque na época Lulu era casado com mulher, mas ha 7 anos separou-se e vive um casamento gay com um rapaz chamado Bruno: http://extra.globo.com/famosos/lulu-santos-estilo-puro-de-chapeu-panama-cantor-caminha-pela-lagoa-2028509.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: