O ruído do fulano

12 Out

Caro Fulano,

Ontem, durante a sessão de O silêncio de Lorna, 21h30, na Mostra Indie de Cinema Mundial, em BH, quase gritei “cala a boca” para você. Não, não é legal berrar:

Pensei que era drama mas tá mais pra comédia, ein gente? Esses franceses são malucos mesmo.

Em vez de te entregar uma cartilha educativa sobre como se comportar no cinema, preferi te dar duas rasteiras contidas na saída da sessão. Sim, fui eu que dei toquinhos no seu pé esquerdo – para que batesse no direito – e assim você tropeçasse. Desculpe.

Uma resposta to “O ruído do fulano”

  1. Taís 20 Outubro, 2008 às 1:29 pm #

    pior é q tem gente q faz isso até nas cabines!
    vou comecar a usar essa tática da rasteira…

    nem conhecia aqui, vou te linkar qdo tiver tempo!
    beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: