Pegando no pé da Gabriella

28 Out

Lessons to be learned
GABRIELLA CILMI

Cuidado. Por mais que seja apresentada como a versão australiana de 17 anos de Amy Winehouse e Duffy, Gabriella passa (bem) longe disso. A chiliquenta Sweet about me é a melhor desta estréia. Mas tudo piora quando a mão do pessoal do Xenomania (time de produtores que esculpiu batidas para Cher e Kylie Minogue) começa a pesar, como na desumana Save the lies.

Por Braulio Lorentz – publicado hoje no Jornal do Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: