Jogo de sete erros no Grammy Latino

14 Nov

Acabou agora, na Band:

  • Antes da premiação, em Hostoun, no tapete vermelho. A jornalista Patrícia Maldonado diz: “vamos conversar com o marido da Roberta Sá”. (Patrícia visivelmente não fazia idéia de quem era Pedro Luís). Para completar, Roberta perdeu para a porto-riquenha Kany García, na categoria Artista Revelação. 
  • O guitarrista Andreas Kisser (que ganhou uma homenagem de outra premiação, o VMB da MTV, por ser “arroz de festa”) apareceu no palco CINCO VEZES (incluindo em duas saídas de bloco). Óbvio. Desnecessário. E errado.
  • Tá bom que auto-zoação é o futuro. Mas numa premiação mambembe e com apresentadores, equipe técnica e todos inseguros, do início ao fim, não é de bom tom estampar micos (já contabilizávamos tantos) nas vinhetas da cerimônia, ao lado de borboletas e outros bichinhos.
  • O começo deu pistas da merda que seria a primeira entrega de gramofones no Brasil. Uma pessoa passou na frente da câmera. Depois, um outro membro da produção (ou seria o mesmo?) pôde ser visto ao fundo, enquanto Marcelo Tas e Daniela Cicarelli apresentavam.
  • Você leu no erro anterior: “O começo já deu pistas da merda que seria a primeira entrega de gramofones no Brasil”. Peraí, que entrega? O CPM 22 recebeu um convite de Supla, que anunciou o ganhador de Melhor Álbum de Rock Brasileiro para subir, mas foram barrados. Tas já havia explicado que “a academia entrega o gramafone na casa dos ganhadores”. Fica meio sem graça só um ou outro dos poucos indicados que compaceram indo ao palco receber, né?
  • Poltronas vazias é algo que sempre rola. Mas não precisava exagerar.
  • Nada, porém, supera o que acontece com as Irmãs Galvão, que deveriam anunciar o vencedor da categoria Melhor Álbum de Música Tradicional Regional. Elas receberam, no entanto, o envelope com o nome de Seu Jorge, que levou (ou melhor, vai receber em casa) a estatueta de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Em tempo: Chitãozinho & Xororó eram os verdadeiros ganhadores.

3 Respostas to “Jogo de sete erros no Grammy Latino”

  1. Márcio 14 Novembro, 2008 às 7:41 am #

    Faltaram dois “gorilas” :

    1. Marcelo Tás parabenizou César ” e ” Menotti pelo premio ganho, quando até uma ameba sabe que César Menotti é uma pessoa só e faz dupla com um tal de Fabiano.

    2. Na hora da homenagem a Carmem Miranda, Marcelo Tás disse que ano que vem ela “fará” 100 anos !!

  2. Soares 14 Novembro, 2008 às 8:24 am #

    Ri p caramba, tava muito engraçado, a Daniela toda esquisitona(vestido preto totalmente bizarro).Apresentadores totalmente avulsos.Queria ver Seu Jorge cantando “Fio de cabelo”.Ano q vem tem mais kkkkkkk

  3. Lobo 14 Novembro, 2008 às 1:35 pm #

    Sem contar que as irmãs Galvão, não disseram os nomes dos vencedores, apareceu um cara não sei de onde e gritou no microfone: Chitãozinho e Xororó! Ah e enquanto Tas e Daniela falavam a produção desmontava o parco e passava por traz deles! O que foi aquilo!?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: